Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘A felicidade é fácil’

Aquilae Non Gerunt Columbas

Alexandre Rodrigues

Não Editora

Pequenos livretos, com contos ou poemas, qualidade gráfica e preço inferior a um cafezinho. Depois da estreia com 25 Rua do Templo, de Diego Grando, a Não Editora traz novo número do projeto Contém 1 Drama, que publica regularmente textos de autores em pequenos formatos.

O livreto de Alexandre Rodrigues, Aquilae Non Gerunt Columbas, é formado pela suposta correspondência ultrassecreta, trocada por integrantes da diplomacia de três países: Terra Brasilis, Vera Cruz e República de São Pedro, nações surgidas de uma hipotética divisão do Brasil após diversos movimentos separatistas nos anos 60. As cartas e e-mails mostram as trocas de acusações e ironias entre os chefes de estado dessa realidade brasileira alternativa, onde nossos vizinhos do Cone Sul foram invadidos e conquistados, o território brasileiro dividido, mas as velhas rixas regionais se mantêm, conduzindo a uma iminente e inevitável guerra.

A coordenação editorial do projeto Contém 1 Drama é de Samir Machado de Machado e Luciana Thomé. Aquilae Non Gerunt Columbas será vendido em eventos da Não Editora e livrarias em Porto Alegre como a Palavraria. Além disso, estará disponível para download gratuito no site da Não Editora (http://www.naoeditora.com.br).

 

Beatriz

Cristovão Tezza

Record

Em seu novo livro de contos, o premiado escritor Cristovão Tezza retorna ao gênero depois de mais de 30 anos dedicados ao romance. Com sete histórias longas e um prólogo, Beatriz traz de volta a personagem apresentada ao público em Um erro emocional, romance que sucedeu o aclamado O filho eterno, que consagrou o autor entre os mais conceituados escritores brasileiros contemporâneos ao conquistar os principais prêmios literários em 2008. Em Beatriz, mergulhamos na ficção e, paralelamente, refletimos sobre as relações entre leitor e autor, leitura e livro, o escritor e a liturgia de seu trabalho.

 

O cemitério de Praga

Umberto Eco

Record

Personagens históricos em uma delirante trama de fantasia. Trinta anos após O nome da rosa, Umberto Eco nos envolve em uma narrativa vertiginosa, na qual se desenrola uma história de complôs, enganos, falsificações e assassinatos. Em O cemitério de Praga, encontramos o jovem médico Sigmund Freud (que prescreve terapias à base de hipnose e cocaína), o escritor Ippolito Nievo, judeus que querem dominar o mundo, uma satanista, missas negras, os documentos falsos do caso Dreyfus, jesuítas que conspiram contra maçons, Garibaldi e a formação dos Protocolos dos Sábios de Sião. Curiosamente, a única figura de fato inventada nesse romance é o protagonista Simone Simonini. Mas, como diz o autor, basta falar de algo para esse algo passar a existir.

 

A felicidade é fácil

Edney Silvestre

Record

Dois anos depois da estréia em ficção, Edney Silvestre retorna ao gênero com o olhar experiente e a sensibilidade de um escritor maduro. Em A felicidade é fácil, ele narra um dia de agosto – em plena era Collor – na vida do rico empresário Olavo Bettencourt e sua mulher Mara, que têm suas vidas e a de todos à sua volta modificadas ao receberem a notícia de que seu filho, Olavinho, fora sequestrado. Com uma narrativa forte e densa, Silvestre reúne personagens complexos cujos destinos e transformações pessoais são diretamente impactados pela história recente do Brasil.


Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: